Final Cut Express HD

O Final Cut Express HD da Apple é uma suíte de alta performance que inclui versões mais simples dos três programas do Final Cut Studioo editor Final Cut, o aplicativo de legendagem LiveType e a ferramenta de produção de música em loops Soundtrack. Apesar dos usuários que migrarem do iMovie acharem a aprendizarem um pouco difícil, as únicas funções que devem sentir falta são editor WAV e a ferramente de redução de ruídos do Soundtrack Pro. Não é barata, mas é uma ótima suíte para adquirir.

Ao contrário do Premiere Elements, que a Adobe substancialmente remodelou para o consumidor, a Apple simplesmente cortou funções do Final Cut para produzir o Final Cut Express, assim os usuários irão encontrar a mesma interface profissional otimizada. A Apple também fornece o manual em DVD, em vez dos manuais em papel que vêm com o Final Cut que podem ser melhores.

A instalação é normal, típica de produtos da Apple, e os usuários que gostam da interface logo irão começar a cortar, dividir e sequenciar seus videoclips na ordem desejada. Eles também serão muito bem recompensados com as ótimas funções principais tais como sequenciamento aglomerado e seqüências múltiplas abertas, elegantes controles Edit Overlay, e até 99 faixas de áudio e vídeo. A Apple adicionou suporte total a key frame, que faltava nas versões prévias, o que aumentava a flexibilidade criativa. Outra nova função é a Dynamic RT (real time), que assegura que as prévias de áudio e vídeo são sempre mostradas na mais alta qualidade que o computador pode produzir.

As conversões expressas incluem HDV para o Intermediate Codec (AIC) da Apple, o que leva a taxa de dados a mais de 36GB/h, o triplo do HDV nativo quase. O AIC é um formato menor mas mais responsivo durante a edição do que o nativo HDV MPEG-2. Fiz a prévia de quatro streams HDV em picture-in-picture em tempo real em um MacBook Pro. Essa ótima performance mostra que você terá edição HDV responsiva mesmo em máquinas mais simples.

Por outro lado, a Apple removeu a função multicam do Final Cut Pro do Express, então você terá que editar streams múltiplos manualmente. O Express também não inclui o Compressor, a ferramenta altamente funcional de conversão em lotes da Apple. Mas o programa pode abrir projetos Final Cut Pro, uma boa conveniência, e fazer a renderização de nosso arquivo de teste de 3m para formato DV em 8m22s, quase o mesmo tempo que levou o Final Cut Pro.

As bibliotecas de texturas móveis do aplicativo de legendagem LiveType, as fontes e os efeitos de texto permitem que iniciantes criem rapidamente legendas de qualidade profissional. A única desvantagem é o fluxo de trabalho; para sincronizar sua legenda com o vídeo no background exatamente você terá que exportar um filme de referência do Express, importá-lo totalmente para o LiveType, criar e produzir sua legenda a partir do LiveType, e importar a legenda finalizada para o Express. Uma vez que você importa a legenda para o Express, no entanto, a edição completa simplifica as modificações.

Não gostamos muito do SoundTrack, onde a Apple reteve a capacidade de criar música baseada em loops mas removeu o editor WAV. Isso significa que não há acesso à poderosa função de remoção de ruído da Apple, a qual é ideal para a baixa qualidade de câmeras de vídeo que a maioria dos usuários não-profissionais possuem e os ambientes ruidosos em que fazem suas gravações.

O competidor mais próximo do Final Cut Express é o Adobe Premiere Elements, com interface mais atraente para o consumidor, melhor correção de cor, e melhor saída de arquivos, assim como ferramenta para autoria de DVDs integrada similar ao iDVD. Ainda assim, o Final Cut Express é uma ferramenta muito competente, especialmente considerando seu suporte à HDV, sua ferramenta de legendagem melhor integrada ainda que menos competente, e ainda que não possa abrir múltiplos projetos ou sequências. O Premiere Elements é apenas para o Microsoft Windows, enquanto que o Final Cut Express é para Macs, ainda que funcione tanto em PowerPCs como MacIntels.

Empresa: Apple

Preço US$299

Fonte: Yahoo.com.br

Compatilhe esse artigo!

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.