Qual é a font que você usou?

Essa é a pergunta que muitas pessoas fazem, ou por curiosidade, ou para ter acesso a um material gráfico no seu computador e sempre é seguida de outra mais curiosa ainda: Aonde você pegou essa font? A Internet tem a solução para tudo, ou quase tudo, quando se trata de informática.

O site My Fonts tem um serviço gratuito que é, para dizer o mínimo, interessante. Ele possibilita que você envie um imagem GIF, JPEG, TIFF, BMP com formato de máximo de 360 x 275 pixels para que o site identifique a font utilizada na sua ilustração, o serviço chama-se: “What the font ?!

O Clube da Informática fez um teste e mostra os passos comentados com as telas e os pontos fortes e fracos do serviço, que no geral é muito bom e no final das contas, de um modo ou de outro, acaba cumprindo com sua proposta.

Enviamos uma imagem com média resolução e não muito nítida para testar o serviço, pois a metodologia é a seguinte, o sistema do site separa o que seria as letras da imagem e pede que você digite a letra correspondente, depois faz uma busca em seu banco de dados e retorna as possíveis fonts, se estiver bem nítido e for uma fonte com traços bem característicos você terá a resposta quase que imediata.

Na nossa imagem o sistema separou as imagens das letras, só derrapou nas letras “i” e “r”, pela baixa resolução pegou só o “r”, dando o reconhecimento da palavra “Parceros” e não “Parceiros”, mesmo assim foi um bom desempenho.

Depois de darmos as letras correspondentes, o sistema listou mais de 20 fonts parecidas, o ponto positivo desse passo é a possibilidade de você comparar sua font com as outras, uma a uma. Basta você ativar a opção “Keep image in window as you scroll” que sua imagem corre a tela junto com o cursor, assim você pode identificar facilmente em uma listagem que ultrapasse o tamanho da tela.

Após encontrada a font, você pode clicar no link correspondente ao nome e ir para a página de detalhes da font (Font Style Details). Você encontrará os tamanhos, o idioma, poderá digitar um exemplo e se a fonte for paga poderá ser direcionado para a compra da mesma.

Um serviço simples e de grande ajuda. Foi eficiente, pois mesmo não reconhecendo todas as letras e nos retornando uma lista imensa de possibilidades, trouxe um recurso que facilitou o reconhecimento e conseguiu alcançar o objetivo que era me dar o nome da minha font.

Compatilhe esse artigo!

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.