Nova fábrica de painéis de LCD da Sharp entra em atividade em outubro

Planta localizada em Sakai, no Japão, tem tecnologia para produção de substratos de vidro de 10ª geração

A Sharp Corporation anunciou o início das operações da nova fábrica para produção de painéis LCD, no“Complexo de manufatura do século 21”, para outubro de 2009. A fábrica está em construção na cidade de Sakai, em Osaka, no Japão.

Substratos de vidro de 10ª geração na nova planta
Substratos de vidro de 10ª geração na nova planta

Apesar da demanda mundial de televisores LCD ter diminuído em função da recessão econômica global, a expectativa é que, em breve, voltará a crescer, especialmente nas economias emergentes. Sendo assim, a Sharp decidiu iniciar em outubro as atividades da planta localizada em Sakai, onde a tecnologia para produção em massa já está completa e atenderá esta demanda em crescimento, enquanto mantém a operação em capacidade total na planta Kameyama II.

A nova planta conta com inovadoras tecnologias para produção de LCD, além de adotar os primeiros substratos de vidro de 10ª geração do mundo. A partir da cooperação com outras companhias do setor que também estarão instaladas no local, a Sharp estabelecerá o “Complexo de Manufatura do Século 21” e implementará um novo tipo de integração vertical. O objetivo da Sharp com a fábrica de última geração é trabalhar em prol de promover mais inovações na performance e custos mais competitivos dos painéis de LCD.

Entre as principais características do “Complexo de Manufatura do Século 21”, que começou a ser construído em novembro de 2007, estão a capacidade de produzir 72 mil substratos por mês (36 mil no início da operação) com dimensões de 2,880 X 3,130mm (10ª geração). O investimento aproximado no projeto é de cerca de 380 bilhões de ienes (incluindo aquisição de terreno) e os principais produtos que serão fabricados são os painéis LCD com telas grandes, de 40 a 60 polegadas.

Compatilhe esse artigo!

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.