Discos de Estado Sólido da Intel Reduz Preços em Até 60 Por Cento

A Intel Corporation está fazendo a transição para um processo de manufatura mais avançado, de 34 nanômetros (nm), para os seus principais discos de estado sólido (SSDs) baseados na tecnologia NAND flash, que são uma alternativa para o disco rígido do computador. A mudança para o processo de 34 nm ajudará a reduzir os preços dos SSDs em até 60 por cento para fabricantes de PCs e notebooks, bem como para os consumidores, devido ao tamanho reduzido da matriz e do avançado projeto de engenharia.

O Intel® X25-M Mainstream SATA SSD multi-level cell (MLC) é voltado para PCs e notebooks e está disponível em versões de 80 Gigabytes (GB) e 160GB. Os SSDs são dispositivos de armazenamento de dados instalados dentro dos computadores. Pelo fato dos SSDs não possuírem peças móveis, eles oferecem melhor desempenho e eficiência no consumo de energia, além de uma maior durabilidade, do que os discos rígidos tradicionais (HDDs, sigla em inglês). Uma tentação para gamers, criadores de mídia e entusiastas por tecnologia, os SSDs também tiveram papel fundamental no surgimento de notebooks ultrafinos e leves que estão se tornando cada vez mais populares devido a seus designs, tamanhos e duração das baterias.

“Nosso objetivo não era apenas sermos os primeiros a adotar a litografia de 34 nm para memória NAND flash, mas fazê-lo com desempenho igual ou superior ao da versão de 50 nm”, declarou Randy Wilhelm, vice-presidente da Intel e gerente geral do Grupo de Soluções NAND da Intel. “Causamos um forte impacto com os nossos inovadores SSDs no ano passado e ao oferecer desempenho igual ou superior ao dos produtos novos atualmente disponíveis no mercado, tanto os consumidores quanto os fabricantes podem utilizá-los por uma fração do custo das outras soluções”.

O Intel X25-M Mainstream SATA SSD, com memória flash de 34 nm, oferece compatibilidade do tipo drop-in com a atual versão de 50 nm e continuará oferecendo esse tipo de compatibilidade para substituir os discos rígidos existentes.

Em comparação a versão anterior de 50 nm, o novo Intel X25-M Mainstream SATA SSD oferece maior velocidade nas operações de entrada/saída por segundo (IOPS, sigla em inglês). Especificamente, o novo SSD Intel® fornece uma redução de 25 por cento no tempo de espera, para um acesso mais rápido aos dados, operando com latência de 65 microsegundos, em comparação aos cerca de 4.000 microsegundos de um HDD.

A velocidade para gravação randômica dobrou, distanciando ainda mais o Intel X25-M Mainstream SATA SSD dos SSDs concorrentes. Ao oferecer até 6.600 IOPS para gravação e até 35.000 IOPS para leitura, o Intel X25-M Mainstream SATA SSD continua ditando o padrão para os SSDs e superando muito os HDDs, que operam com algumas poucas centenas de IOPS. Isso resulta em um sistema muito mais rápido, com um tempo de resposta muito menor para aplicativos pesados. Essas melhorias na latência e nas IOPS não beneficiam apenas os usuários de PCs e notebooks, mas também os usuários de servidores e workstations que utilizem os SSDs MLC de baixo custo e ótimo desempenho da Intel para o segmento corporativo.

O novo preço do canal para o Intel X25-M Mainstream SATA SSD de 80GB é de USD 225 por unidade para lotes com 1000 peças (uma redução de 60 por cento em relação ao preço original de lançamento há um ano, quando custava USD 595). A versão de 160GB custa USD 440 (uma redução significativa em relação aos USD 945 cobrados no lançamento) por unidade para lotes com 1000 peças. O Intel X25-M Mainstream SATA SSD vem no tamanho padrão de 2.5 polegadas. O Intel® X18-M Mainstream SATA SSD, com tamanho de 1.8 polegadas, começará a ser fabricado com o processo de 34 nm ainda nesse trimestre.

O Intel X25-M Mainstream SATA SSD oferece compatibilidade do tipo drop-in com HDDs baseadas em SATA e com todos os sistemas operacionais disponíveis atualmente, bem como com o Microsoft Windows 7 quando ele estiver disponível. Até o momento, a Intel planeja oferecer uma atualização do firmware para permitir suporte ao comando trim do Windows 7, juntamente com uma ferramenta para o usuário final, para permitir que ele otimize o desempenho de seu SSD nos sistemas operacionais Windows XP e Vista.

Compatilhe esse artigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.